Crítica do livro Lua Azul – série Os Imortais

Para estrear a nova categoria LIVROS, vou escrever a minha crítica sobre o livro “Lua Azul”, que pertence a série “Os Imortais”, escrita pela autora Alyson Noel. Eu o li nessas férias e ele foi o meu grande companheiro durante a viagem de 7 horas, de ônibus para Porto Alegre. Se você quer um livro para fazer seu tempo passar voando, esse é uma ótima escolha.

“Lua Azul” é o segundo livro da série. O primeiro chama-se “Para sempre”. Ever, uma garota de 16 anos, conta a história de sua vida após um trágico acidente de carro que levou seus pais e sua irmã. Apesar do assunto triste, há tantas distrações no meio da história, que acaba sendo uma leitura leve. Eu simplesmente devorei cada palavra. O segundo livro, em especial, é daqueles que você não consegue parar de ler até que os mistérios sejam resolvidos. E é tão envolvente, que mexeu muito com os meus próprios sentimentos. Eu senti raiva de alguns personagens, eu fiquei angustiada, aflita e quando terminei a última linha, tive vontade de comprar a continuação em inglês mesmo, tentar ler e ver como fica o resto da história. O único problema é a introdução fraca da história, mesmo sendo uma série, algumas pessoas nem sempre leem na ordem. Nesse caso, se você não ler o primeiro livro antes, é bem provável que você vá entender bem pouco do segundo.

Divertido, apaixonante, emocionante, misterioso… Uma mistura de vários estilos, com uma linguagem tranquila que te empurra pro fim do livro. Às vezes previsível, mas também surpreendente. Quando terminar de ler, vai se perguntar: “Por que eu não tenho os poderes dessa menina? Por que eu não tenho um Damen na minha vida?”

É, você só vai entender o que estou dizendo se abrir a capa preta e ler cada página amarela. E eu recomendo que você faça isso, vai valer a pena.

Anúncios